Tag

harmonia

Browsing

Mentir não pode ser a melhor solução

A mentira nem sempre é vista como um mal para quem a sustenta. Seja por insegurança, medo e simplesmente pelo prazer de achar que está em vantagem.

Leia também:

Concentração – melhore a sua através dos sons

Reflexão faz parte da nossa vida

O fato é que a mentira um dia é descoberta, ou seja, não se sustenta eternamente.

Os estudos mostram isso. Recentemente as revistas Superinteressante e Época Negócios provaram isso, através de abordagens aonde a mentira é um perigo à saúde, mesmo quando usada em benefício, como por exemplo, em uma partida de truco.

O estudo foi feito por uma equipe de psicólogos da Universidade de Notre Dame, nos Estados Unidos.

Foram dez semanas experimentando os efeitos da honestidade em uma pessoa. Os testes foram realizados em pouco mais de cem indivíduos com idades entre 18 e 71 anos.

Os pesquisadores orientarão a metade dessas pessoas a omitir verdades, evitar responder perguntas que pudessem ocasionar em mentiras e manter segredos. Era para fazer o que fosse necessário para não ter erros.

Já a outra metade do pesquisados, estavam livres para enganar, e todos eram examinados por polígrafos semanalmente.

De acordo com Anita Kelley, psicóloga que liderou o estudo, durante encontro da Associação Americana de Psicologia, as “Evidências recentes mostraram que os americanos mentem, em média, 11 vezes por semana.

Durante o período de estudo, a relação entre mentir menos e ter uma saúde melhor se mostrou significativamente maior nos participantes do grupo “honesto”. As pessoas honestas, em média, apresentaram quatro vezes menos queixas ligadas à saúde mental e três vezes menos reclamações sobre dores físicas.

Kelly afirmou que os participantes da equipe de honestos conseguiram reduzir o número de mentiras em torno da quinta semana de prática. O novo comportamento colaborou para que as relações próximas ficassem mais saudáveis, principalmente porque suas interações sociais se tornaram mais simples do que anteriormente.

As pessoas que foram orientadas a não mentir, contaram depois como fizeram para não cometer gafes. A maioria disse que conseguiu melhorar sua condição simplesmente contando a verdade, sem exagerar, ou explicando sem rodeios por que esteve atrasado ou não conseguiu cumprir tarefas, em vez de inventar desculpas.

O curioso é que quando a mentira era o caminho mais fácil, outra parte declarou que conseguiu contorná-la com alguns truques. Ao responder uma pergunta complicada, muitos conseguiram fugir delas fazendo outras perguntas, trocando de assunto ou sendo vago e até rindo, como se as questões fossem ridículas demais para serem respondidas.

O mais engraçado nessa pesquisa é que a principal razão das pessoas serem ótimas para mentir aos outros é que no fundo são boas para mentir a si mesmas.

Embora estejamos sempre prontos para acusar os outros de nos enganar, somos incrivelmente distraídos com nossa própria duplicidade.

As experiências que ficam gravadas, após passarmos por uma falsidade são ruins. Faça a sua escolha, e pense verdadeiramente que mentir só trará malefícios a nossa saúde.

Divido com você essa reflexão. Espero que goste e, se sim, que possa compartilhar em sua rede. Ótimo dia e até a próxima!

https://www.youtube.com/watch?v=C8k6VIdT5Ds