Tag

envelhecer

Browsing
A exposição interativa e de diferentes gerações fala sobre questões da longevidade

Leia também:

Dicas de como evitar o sarampo

Você já ouviu falar da Menopausa e Andropausa

O Brasil é o primeiro país da América latina à exibir essa bela exposição que já se apresentou na Alemanha, Suíça, Finlândia, Israel, Singapura e Taiwan.

O belo “Diálogo com o Tempo” te aguarda na Unibes Cultural e oferece uma experiência interativa e intergeracional. Vale a pena conferir e vivenciar as fases do envelhecimento.

É sabido que envelhecer faz parte da vida. Assim como as outras fases, essa também é muito importante e proveniente de um processo natural. Desta maneira, as escolhas são fundamentais para se ter uma boa longevidade.

O envelhecimento deve ser encarado com atenção, uma vez que as mudanças demográficas aumentam fortemente no mundo.

Para se ter uma ideia, a projeção para o ano de 2050 é de que tenhamos um terço da população mundial acima dos 65 anos. E dependendo de como esse indivíduo leva a sua vida, muitos poderão alcançar a fase centenária.
Então, eu te pergunto? Será que você está preparado para enfrentar as questões físicas, mentais e auditivas que a vida no decorrer dos anos nos proporciona?

A exposição te fará refletir sobre esse importante tema, cada vez mais em alta na nossa sociedade. O que você faz para alcançar ou viver bem na longevidade?

Se organize para viver o “Diálogo com o Tempo”. Permita-se ser provocado e induzido a experimentar as condições humanas básicas vividas pelos idosos de maneira criativa, divertida e educativa.

Confira a matéria abaixo e sinta o gostinho!

Tenho certeza que você irá adorar ser guiado na exposição por pessoas maravilhosas entre 70 e 90 anos. Venha se valorizar, agradecer e repensar as suas escolhas.

O Unibes Cultural fica na Rua Oscar Freire, 2.500 (ao lado da estação Sumaré do Metrô, na linha 2-verde), no bairro do Sumaré

Mais informações podem ser obtidas no telefone: (11) 3065- 4333.

Espero que curta como eu curti.

Até a próxima!

A entrada na fase dos “enta” é algo ainda assustador na sociedade

Leia também:

Eleitor tem até quarta para alterar o título

Descubra como adquirir remédios gratuitos

O momento da vida para quem chegou na considerada meia idade deve ser valorizada. E diga-se de passagem é uma besteira achar que está na metade de sua vida, uma vez que a cada ano, estudos e alguns comportamentos colaboram para que um individuo chegue a idade centenária.

Então relaxe, se você já tem mais do que 40, 50, 60 anos, pense positivo e se atente mais para as mudanças no seu corpo e mente e busque cada vez mais uma disciplina mais saudável. Liberte ou mantenha sempre a “criança” que existe dentro de você.

A vida depois dos 40 pode ser mais interessante do que se imagina – Nunca é tarde para viver experiências que “acreditamos” deveriam ter sido vivenciadas até a entrada na fase dos “entas”. Saber envelhecer é essencial para vivermos na plenitude e aproveitarmos intensamente a longevidade.

Aqui, deixo algumas dicas de como se sentir bem a cada dia, ano que passar na sua vida:

Hábitos: É sabido que tudo em excesso faz mal e de acordo com o passar dos anos, deve-se atentar mais para os abusos de substâncias como álcool, cafeína, tabacos, energéticos e alimentos como o açúcar. Aliado a isso, está a boa alimentação – Deixar de consumir gorduras para evitar a obesidade, que nos causa problemas cardíacos, uma das maiores causas de morte no mundo.

Evite o consumo de produtos químicos presentes nos alimentos, principalmente os ultra processados e as carnes. Muitos deles podem ser cancerígenos.

Atividade Física: Você já deve estar cansado de ouvir que uma atividade física é fundamental para a sua longevidade. Em toda fase é válido fazer nem que seja uma caminhada, andar de bicicleta ou fortalecimento em academias. Trinta minutos, três vezes por semana é o suficiente para evitar doenças cardiovasculares. 

Atividade Mental: Sim, trabalhar o cérebro é fundamental para evitar doenças como Alzheimer . Busque um novo curso, seja uma pós, idiomas, montar quebra-cabeças, memorizar músicas, jogos de tabuleiro, enfim, de forma que se sinta ativo e não focado apenas em trabalho e preocupações diárias.

Relacionamento: Mantenha ativa a sua rede de amigos. Trocar experiências, sair para bater um papo, tomar uma cervejinha ajuda a se manter sociável e relaxado. Ajudará também no combate ao estresse, esse grande mal do século. Nesse caso específico, se permitir 10′ do dia para respirar e pensar em coisas boas te energizará.

Exames regulares: Faça uma programação para saber como anda a sua saúde, uma vez que após os 40, nosso organismo fica mais debilitado. Faça exames regulares em diversas especialidades, mesmo sem a sua saúde alertar para tal problema – Agende um clínico geral, cardiologista, ginecologista, proctologista, enfim, para evitar surpresas desagradáveis.

Espero que tenha gostado dessas dicas para envelhecer bem e vibrar por estar com 40, 50, 60, 70 anos. Venha viver experiências no Curtyndomais, sem você o canal não existe.

Até a próxima!!

Meditar e praticar Yoga melhoram o seu bem estar

Leia também:

É possível conviver bem com o estresse

SP receberá a partir de julho 20 mil bicicletas para compartilhamento

Nessa semana eu levei até você o assunto sobre conviver com o estresse. O mesmo está acima, caso não tenha tido a oportunidade de ler. Se você busca uma longevidade, anime-se, afinal o estresse pode ser combatido.

O fato é que esse mal de nome estresse, infelizmente está presente em nosso dia a dia. Mais para todo mal tem uma cura. E acredite, vale a pena saber tudo que for possível para aprender a lidar com ele. Procure por informações de alimentação, leituras, faça novos amigos, visite exposições, e viva plenamente a sua vida.

Se você vive estressado, seja no trabalho, na sua relação pessoal, rotinas, entre outras coisas, antes que tenha um problema sério de saúde mental ou física, aprenda uma maneira de ser mais forte que o estresse. Você é capaz de fazer qualquer coisa, então porque não cuidar de você?

Umas das dicas para se ter o autocontrole é a simples prática da meditação ou até mesmo se aventurar na prática do Yoga. Se você pesquisar, verá que muitos estudos revelam que essas práticas ajudam de forma muito positiva o trabalho do cérebro, como por exemplo, a chamada BDNF – proteína que colabora para a sobrevivência neural e produção de novos neurônios. A prática também ajuda no aumento do hormônio cortisol. Bora usar a cabeça para o bem.

É claro que tudo isso aliado a uma alimentação mais saudável, prática esportiva frequente e pelo menos sete horas de sono, colaboram para a melhora do seu bem-estar, controle da ansiedade e para evitar entrar em uma depressão. Controlar a mente obviamente ajuda na melhora da concentração, da memória, humor e na imunidade. Já um indivíduo que pratica Yoga melhora a sua postura, controla melhor a sua respiração e consegue focar em sensações de prazer e tranquilidade.

Então não perca mais tempo para lidar melhor com o estresse. Pense agora mesmo como e onde você pode começar a praticar essas dicas maravilhosas. Para te ajudar, aqui vão algumas dicas de como praticar a meditação por conta própria:

  • O ideal é encontrar um local sem barulho na sua residência e de preferência sem que seja interrompido no período da meditação;
  • A postura correta é fundamental para o efeito positivo. A postura chamada pose de índio (coluna reta e as pernas cruzadas) é a correta. Caso não saiba como fazer, vale a pesquisa. Após ficar na posição, se concentre – feche os olhos e pense no fluxo de ar que entra e sai de seus pulmões;
  • Esqueça por alguns minutos as tarefas, rotinas e obrigações. Foque apenas nesse momento com você mesmo;
  • Numa posição confortável e de olhos abertos, pense em situações positivas e que fazem bem à alma como amor, generosidade, perdão e bondade. Esqueça situações de rancor, raiva e tristeza;
  • Distancie-se do mundo exterior e esqueça seu cotidiano no momento de meditação.

Boa sorte e espero que essa tarefa entre nas tantas outras presentes no seu dia a dia.

Até a próxima!!

Estudo britânico conclui que andar de bicicleta reduz os efeitos do envelhecimento.

Leia mais:

O estudo acompanhou um grupo de 125 ciclistas amadores, com idades entre 55 e 79 anos simultaneamente com um grupo de adultos saudáveis das mais variadas idades que não praticam de maneira habitual alguma atividade física.

O curioso desse estudo foi a conclusão de que as pessoas que andam de bicicleta mantiveram a massa muscular e a força, além de não ter mudanças nos resultados de colesterol e mantiveram o nível de gordura no sangue preservados. No sexo masculino, os índices de testosterona continuou elevado.

Até aí você pode estar pensando que é normal, pois ter uma prática esportiva regularmente, a saúde sempre melhora. Sim, você está certo, só que andar de bicicleta surpreendeu os pesquisadores porque os efeitos se mostraram extensíveis ao sistema imunitário.

A explicação é a seguinte – A glândula timo, no qual tem como a principal função produzir células T,  conhecidas como os linfócitos T e considerada como uma das mais importantes do corpo humano, normalmente se atrofia por volta dos 20 anos. No caso dos ciclistas  “maduros” pesquisados , essa produção continuou a produzir tantas células T como uma pessoa mais nova.

Dados sobre o grupo de ciclistas:

  • Ciclistas do sexo masculino precisam ter a capacidade de pedalar uma distância de 100 km em menos de 6h 30m.
  • Ciclistas do sexo feminino precisavam pedalar 60 km em 5h 30m.

No caso do grupo de sedentários:

  • 75 indivíduos saudáveis com idades entre os 57 e os 80 anos.
  • 50 jovens adultos entre os 20 e os 36 anos.

Desta maneira é importante que não se tenha medo de praticar uma atividade física, independente da idade. Vale encontrar qual é a melhor que se adapte em suas condições atuais e ser feliz e viver cada vez mais. A longevidade está a favor de todos, basta entender que a idade chega para todos e que a idade mental é a que mais importa para o corpo aceitar o que é pedido.

Procure hoje mesmo um médico, um profissional de educação física e vença todos os seus limites.

Até a próxima!!

Hoje trago para você que já passou dos 60 anos, uma ótima oportunidade de se exercitar, conhecer novos amigos e o melhor, de forma gratuita.

A USP, através de seu programa ” Universidade Aberta à Terceira Idade”, oferece diversos cursos de graça.  Fique atento, porque amanhã, você poderá se inscrever no curso de “Dança Espontânea”.

Agora, não perca tempo, pois serão apenas 40 vagas e as inscrições se encerram no dia 06/03/2018.

Abaixo, estão todas as informações necessárias. Qualquer dúvida, estou à disposição.

Ótimo curso e até a próxima!

Objetivos Movimentação corporal, utilizando-se da massagem do-in, alongamento e danças de salão como samba, salsa, lambada, forró, valsa, etc.
Tipo de Atividade Físico-esportiva
Pré-requisitos Exclusivamente para essa atividade, mínimo de 50 anos. Roupas folgadas para dança.
Responsável Sérgio Médici de Eston e Maria Luiza R. Stucchi
smeston@usp.br; marylou.mlrs@gmail.com
(11) 3091-9854
Período De 05/03/2018 até 26/06/2018
Observações Informações sobre inscrições, entrar em contato por e-mail: smeston@usp.br; marylou.mlrs@gmail.com

Turma 1

Horário Segunda-feira das 15:30 às 16:45
Vagas 40

Localização

Unidade Escola Politécnica
Local Departamento de Minas e Petróleo – Centro Moraes Rego
Endereço Avenida Mello Moraes, 2373 – – SP
CEP: 05508-000

Informações e Inscrições

Um assunto de grande importância na vida das pessoas, sobretudo em idosos é a prevenção de acidentes. Hoje o assunto em questão é quedas, um problema muito presente no nosso dia a dia.

Você concorda comigo? Ora, quem nunca sofreu alguma queda, mesmo que sem gravidade? Pois é, e às vezes nem entendemos por que caímos ou pior, por que o que parecia ser uma queda leve, se tornou grave.

Como já foi ressaltado, esse evento é muito comum nos idosos, sendo responsável, acredite, por mais ocorrências do que, por exemplo, o derrame e problemas de coração.

Por isso, te convido para conhecer sobre esse assunto, a partir de hoje, na primeira parte da entrevista com o Geriatra Milton Crenitte ( CRM: 150848)

Na entrevista, falamos sobre as causas, o medo que esse público têm ao temer uma nova queda, as quedas mais graves como o de fêmur e quadril,  os sintomas e como prevenir.

Fique atento, pois a cada dia, eu postarei  um novo episódio para você acompanhar e se proteger. Amanhã. o tema será a importância do fortalecimento. Te aguardo!

Você pode entrar em contato com o Dr. Milton Crenitte pelo Instagram ou pelo Facebook

Compartilhe, curta, siga o canal no youtube e no Facebook.

Um abraço e até amanhã com a segunda parte da entrevista.

 

Se você pesquisar aqui no site, encontrará as matérias e as entrevistas feitas com o montanhista Freddy Duclerc, sobre os benefícios do montanhismo, liderança e dicas de como se preparar bem para o envelhecimento.

É mais do que sabido que praticar atividades físicas diárias é essencial para qualquer idade, afinal de contas a qualidade de vida, a longevidade, bem-estar e automaticamente seu humor e saúde aumentará. Outra coisa que estamos cansados de saber é que a falta da mesma, nos causará mais cedo ou mais tarde uma péssima condição de saúde. Tudo está atrelado também a uma boa alimentação, horas de sono e trabalhos que nos force a pensarmos.

É muito importante entender que o envelhecimento da idade nem sempre acompanha o fisiológico e isso varia muito de um ser que se cuida mais. Um grande exemplo disso é vermos em nosso dia a dia, pelo menos no meu, pessoas que possuem 60 anos ou mais, bem mais dispostas dos que pessoas de 35, 40 e 45 anos.

Uma das causas é o sedentarismo. A nossa massa muscular, flexibilidade, equilíbrio, força, entre outras coisas importantes na estrutura óssea diminui com decorrer dos anos. Isso sem falar no aumento da gordura no corpo e consequências terríveis nos sistemas do organismo como coração, pulmão, cerebral, etc.
Por isso, a minha sugestão e serve inclusive para mim, é a de acabarmos com a preguiça e o sedentarismo e iniciarmos as atividades físicas para aumentarmos nossa força muscular,  raciocínio, flexibilidade, autonomia, coordenação motora, vida sem depressão e ansiedade, entre tantos outros benefícios.
Pare um pouco e pense o que pode te dar mais prazer: Caminhar, correr, nadar, yoga, alongamentos, enfim, não tem mais desculpa para envelhecer ou seguir bem quando a idade chegar. A coisa é simples. Basta apenas 30′ por dia para mudar sua vida.
Fique ligado no site e nos canais do Curtyndo60mais no Facebook e Youtube.

 

Um abraço!!!