Tag

alpinista

Browsing
Depois de quatro tentativas sem sucesso, na quinta, alpinista chinês vence o Everest

Leia também:

Corrida de conscientização do tratamento de Glaucoma

SP receberá a partir de julho 20 mil bicicletas para compartilhamento

E esta é mais uma prova de que o limite, muita das vezes está em nossa cabeça. O ser humano é capaz de vencer qualquer desafio e adversidade.

Prova disso é a história do alpinista chinês Xia Boyu –  Mesmo amputado das duas pernas, hoje ele entrou para história ao completar o seu antigo sonho.

Acredite se quiser, ele finalmente alcançou o cume do Everest. Sim, anteriormente, Boyu foi vencido em quatro oportunidades.

A persistência valeu a pena. O sonho realizado aos 69 anos não foi fácil. Imagine você subir os 8.848 metros de altitude sem as duas pernas. A proeza foi confirmada pela agência organizadora da expedição Imagine Trek and Expedition, através de Dawa Futi Sherpa.

Boyu e mais sete membros entrarão para história. Para o chinês, a emoção é imensurável, afinal para quem não sabe, o Nepal havia proibido no ano passado, a subida de pessoas duplamente amputadas e com outros tipos de deficiência como a cegueira.

Mais quis o destino que a mesma acabou suspensa pela Justiça, devido ter um caráter discriminatório.

Esse fantástico chinês esteve presente na equipe chinesa no ano de 1975. O grupo enfrentou uma tempestade no topo. Sem a presença de oxigênio e exposto a temperaturas polares, Boyu ficou congelado de maneira severa e acabou perdendo os seus dois pés.

Pouco mais de 20 anos depois, exatamente em 1996, ele teve as suas duas pernas amputadas, logo abaixo do joelho, após os médicos descobriram um linfoma, um tipo de câncer no sangue.

Engana-se quem pensa que isso o frustrou e o fez abandonar o sonho. A persistência se fez presente, e em 2014, mais uma tentativa e um desastre vivenciado. A temporada não terminou como planejado e uma avalanche tirou a vida de 16 sherpas.

2015 mais uma tentativa e mais um caso da natureza o venceu – Dessa vez um forte terremoto atingiu o Nepal e no Everest 22 pessoas morreram e o campo base enfrentou uma avalanche.

Já na então última tentativa, em 2016, o mau tempo o fez retornar quando estava perto do objetivo – Faltavam apenas 200 metros para alcançar o cume.

O curioso é que um outro alpinista amputado das duas pernas conseguiu esse feito.  Trata-se do neozelandês Mark Inglis, no ano de 2006.

Parabéns ao grande chinês Xia. Provou que os limites estão aí para serem vencidos e que não há desafio que não possa ser vencido.

Acredite você também no destino. Vença aquilo que deseja e não crie empecilhos. Você é capaz de vencer tudo aquilo que desejar.

Até a próxima!